Intervencionista | Embolização de Próstata para tratamento de HPB

Rim, Bexiga e Próstata

Acesse no menu abaixo os principais procedimentos que a equipe da Íntegra Medicina Intervencionista realiza na área de Rim, Bexiga e Próstata e demais áreas.

Embolização da próstata para tratamento de HPB

A Embolização Prostática (também chamada de embolização da próstata ou embolização das artérias prostáticas – EAP) é uma técnica cirúrgica moderna e minimamente invasiva indicada para pacientes que apresentam um aumento exagerado da próstata, conhecido como Hiperplasia Prostática Benigna – HPB. Clique aqui e confira 5 dúvidas frequentes sobre o aumento da próstata.

Pacientes com a próstata grande podem apresentar sintomas decorrentes da obstrução do canal da uretra ou relacionados à irritação da bexiga, como por exemplo, desconforto ao urinar, jato urinário fraco, dificuldade de segurar a urina (urgência miccional), sensação de esvaziamento incompleto da bexiga, vontade de urinar várias vezes de noite, entre outros.

O que é a embolização da próstata?

A Embolização é um procedimento minimamente invasivo, sem cortes, realizado de maneira semelhante a um cateterismo. Em uma sala com aparelhos de raio-x em tempo real, o médico intervencionista introduz um pequeno cateter no punho ou virilha do paciente e então um outro cateter muito fino (microcateter) é posicionado dentro das artérias que levam o fluxo de sangue para a próstata (artérias prostáticas).  

Em seguida, pequenas partículas sintéticas são injetadas no interior das artérias da próstata, a fim de obstruir (interromper) completamente o seu fluxo sanguíneo. Com isso, a próstata passa a receber pouca irrigação e reduz o seu tamanho, desobstruindo o canal da uretra e aliviando os sintomas do HBP.  

Esse procedimento é indolor e pode ser realizado apenas com anestesia local. Os pacientes costumam ficar cerca de 3-6 horas em recuperação no hospital, recebendo alta logo após e voltando ao trabalho no dia seguinte. 

Em quais casos a embolização prostática pode ser indicada?

Pacientes que apresentam aumento da próstata geralmente são tratados inicialmente com medicações que promovem o relaxamento do canal da uretra. Quando os pacientes continuam a apresentar sinais importantes apesar do tratamento medicamentoso, outros tratamentos costumam ser indicados. Rotineiramente o tratamento mais indicado costuma ser a ressecção transuretral da próstata (RTU) ou “raspagem da próstata”.  Nos últimos anos, diversas novas técnicas vêm surgindo como terapias alternativas à RTU, destacando-se a Embolização da Próstata.

A Embolização Prostática é um procedimento habitualmente indicado nas seguintes situações:

  • Pacientes com próstatas grandes (> 60-100 gramas);
  • Pacientes que não desejam realizar tratamentos cirúrgicos (RTU ou prostatectomia);
  • Pacientes que apresentam efeitos colaterais com o uso das medicações para tratamento da HPB;
  • Pacientes com comorbidades cardíacas, pulmonares ou renais;
  • Pacientes que utilizam medicações que afinam o sangue (anticoagulantes e antiagregantes plaquetários);

Os principais benefícios em relação aos métodos cirúrgicos, são a preservação da ejaculação, da ereção e continência urinária em praticamente todos os pacientes. Todos os pacientes candidatos a esse tratamento devem ser avaliados por um médico especialista titulado em Radiologista Intervencionista.

Existem riscos relacionados a esse tipo de procedimento?

Todo procedimento médico contempla alguns riscos. Entretanto, de modo geral, os métodos intervencionistas são aqueles que apresentam os menores índices de complicações.  

A técnica de Embolização Prostática não apresenta efeitos colaterais sobre a função sexual, ejaculação ou continência urinária. Estudos nacionais e internacionais não demonstraram complicações do tipo impotência, ejaculação retrógrada ou perda de urina, o que pode acontecer nas técnicas cirúrgicas convencionais. 

Importantíssimo ressaltar que o procedimento de Embolização Prostática, segundo regras do Conselho Federal de Medicina (CFM),  somente por ser realizado por um médico especialista em Radiologia Intervencionista e que tenha a Certificação Oficial desta técnica cirúrgica (Embolização Prostática), o que aumenta a segurança e efetividade do procedimento. 

Nossa equipe é pioneira da Embolização da Próstata em Santa Catarina,  tendo realizado vários tratamentos desde 2019 com excelentes resultados. Atendemos pacientes de diversas cidades, como Joinville, Jaraguá, São Bento do Sul, Itajaí, Balneário Camboriú,  Lages, Chapecó, Joaçaba, Tubarão, Criciúma, Rio do Sul, São José, entre outras.  

Para maiores dúvidas ou esclarecimentos entre em contato conosco no link abaixo ou pelo whatsapp que teremos grande prazer em auxiliá-los. 

Agende sua consulta

Preencha seus dados para ser encaminhado ao nosso atendimento.
Esperamos poder ajudá-lo!