Medicina Intervencionista | Embolização de aneurismas e pseudoaneurismas

Doenças Vasculares

Acesse no menu abaixo os principais procedimentos que a equipe da Íntegra Medicina Intervencionista realiza na área das Doenças Vasculares e demais áreas.

Embolização de aneurismas e pseudoaneurismas

Aneurismas são dilatações das artérias, geralmente saculações, que podem ser originadas devido a um desequilíbrio entre a integridade da parede da artéria e a força com que o sangue bate nessa parede. Os aneurismas podem ocorrer em qualquer vaso do corpo, como por exemplo na aorta, artérias ilíacas, artéria poplítea, artéria esplênica e artérias cerebrais.

Pseudoaneurisma, por sua vez, é uma comunicação entre o lúmen da artéria e o tecido conjuntivo subjacente resultante de uma ruptura arterial, formando uma cavidade cheia de sangue fora do vaso. Os pseudoaneurismas ocorrem geralmente em locais onde houve algum procedimento prévio, como na artéria femoral, artéria braquial, rim e fígado.

Como é realizado o procedimento de embolização de aneurismas e pseudoaneurismas?

A embolização é uma técnica que visa obstruir o fluxo sanguíneo em determinada área do corpo. A embolização de um aneurisma é realizada durante um procedimento de arteriografia. O médico Radiologista Intervencionista utiliza pequenos cateteres para navegar pelas artérias do corpo. Ao chegar no local desejado, materiais especiais são introduzidos por dentro desses cateteres para cessar o fluxo sanguíneo no aneurisma.

A embolização de um pseudoaneurisma pode ser realizado de forma semelhante a de um aneurisma, mas também pode ser realizado de forma percutânea através de uma punção direta com agulha. Em ambas as situações o procedimento é minimamente invasivo, sem cortes, utilizando-se apenas anestesia local.

Existem riscos relacionados a este tipo de procedimento?

Todo procedimento médico contempla alguns riscos. Entretanto, de modo geral, os métodos intervencionistas são aqueles que apresentam os menores índices de complicações. Dos riscos possíveis, os principais são observados no local da punção na virilha ou no punho, como por exemplo, dor e hematoma. Raramente pode ocorrer embolizações e/ou redução do fluxo para órgãos vizinhos. Os médicos da Íntegra Medicina Intervencionista tomam todo o cuidado para a prevenção e tratamento destas possíveis complicações, realizando os procedimento sempre em ambiente seguro, com técnicas reconhecidas por literaturas científicas.

Agende sua consulta

Preencha seus dados para ser encaminhado ao nosso atendimento.
Esperamos poder ajudá-lo!